LUCAS SANTTANA

  • Grey YouTube Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey SoundCloud Icon

 

Letras e melodias inconfundíveis caracterizam o estilo de Lucas Santtana. Seus instrumentos principais são a guitarra e o violão mais também toca flauta transversal, baixo e cavaquinho. Desenvolveu parcerias como instrumentalista ao lado de Chico Sciente e Nação Zumbi, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Marisa Monte entre outros. No cinema também contribuiu com seu trabalho em Deus é Brasileiro, de Cacá Diegues e Surf Adventure 2, de Roberto Moura, e assina a trilha do longa-metragem de animação Morte e Vida Severina, ao lado de Rica Amabis.

 

O trabalho solo é constituído por 7 álbuns entre eles o “Sem Nostalgia” quarto trabalho, que foi gravado por Mais um Discos na Europa. Com reconhecimento positivo da crítica norte americana e na Inglaterra. Em Londres, participou da rádioWorldwide do DJ de nu jazz Gilles Peterson que foi transmitido em mais de 20 países com cerca de meio milhão de ouvintes apresentando o mesmo trabalho.

 

“O Deus Que Devasta Mais Também Cura”, seu quinto disco lançado em 2012 mostra a irreverência do artista quando ousou misturar samples de Beethoven, Ravel e Debussy na sua mistura musical. Foram dez faixas unidas por camadas orquestrais de Letieres Leite, Gui Amabis Guizado, Gilberto Monte e Rica Amabis e do próprio Lucas. Oito faixas são composições autorais. Céu, Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz, Curumin, Kassin, Gustavo Ruiz, Gui Amabis, Guizado, Maurício Fleury (Bixiga70), Marcos Gerez (Hurtmold), Rica Amabis e Joué Santtana (filho de Lucas), contribuíram com as outras duas faixas restantes, sendo uma versão em português para “This Not The Fire”, da banda inglesa My Tiger My Tiiming, e uma releitura de “Músico” de Tom Zé, Hebert Vianna e Bi Ribeiro.

 

O sexto trabalho “Sobre Noites e Dias” lançado em 2014, Lucas estruturou a estética desenvolvida no álbum anterior, só que agora tudo mais lapidado e maduro, com canções despojadas e bem construídas.

Em 2015 participou da canção “Trono de Estudar” de Dani Black, criada em resposta as manifestações dos estudantes que se articularam contra o projeto de reorganização escolar proposta pelo governo estadual de São Paulo. Foram grandes nomes que participaram da ação, entre eles: Chico Buarque, Arnaldo Antunes, Tiê, Dado Villa-Lobos, Paulo Miklos, Tiago Iorc, Lucas Silveira, Filipe Catto, Zélia Duncan, Pedro Luís, Fernando Anitelli, André Whoong, Miranda Kassin,Tetê Espíndla, Felipe Roseno e Xuxa Levy.

 

O paradigma formado quanto a qualidade da música brasileira atual se quebra ao toque suave do eletro acustic de Lucas Santtana e mostra que existe muita coisa boa rolando no cenário nacional, basta apenas conhecer.

muita coisa boa rolando no cenário nacional, basta apenas conhecer.

mODO AVIão

Show homônimo ao sétimo e mais recente álbum de sua carreira (Natura Musical, 2017). O disco e o show são um convite para as pessoas entrarem em modo avião, num estado de relaxamento, repouso e reflexão. Curtir uma pausa e sair um pouco dessa vida acelerada que todos nós estamos vivendo.   A apresentação traz as canções do novo álbum, além de releituras das músicas mais conhecidas de Lucas como Cira Regina e Nana, Amor em Jacumã, Lycra limão, Partículas de amor, dentre outras. Essas músicas ganharam novos arranjos, mais próximos do universo do Modo Avião.  A banda é formada por Fábio Pinczowski (violão e sintetizadores), Gil Monte (monome, sampler e sintetizadores) e Daniel Grajew (sanfona e sintetizadores). O show também traz projeções que criam o cenário, assinados pela artista visual Roberta Carvalho.

voz e violÃO

No repertório, um passeio pelas suas composições mais românticas e, também, por canções de outros compositores, como é o caso de Amor Meu Grande Amor (Angela Rorô) e Faltando um pedaço (Djavan).  
A apresentação intimista traz o público para perto. Lucas conta a história de várias músicas dele e faz do show uma espécie de bate papo, entre o cantor e o público presente, onde a música é um convite para uma boa prosa.